Museu Carlos Barbosa

Construído em 1888, possui estilo eclético, utilizando elementos de decoração de mitologia clássica greco-romana. A casa é considerada uma inovação para a arquitetura da época, já que conta como um passadiço todo envidraçado, que circunda um lindo jardim, além de proporcionar a residência luminosidade e ventilação. Além disso, possui cômodos de verão e inverno e foi a primeira casa de Jaguarão a ter luz elétrica e conserva suas lâmpadas originais funcionando até os dias de hoje.

O atual museu foi residência de Carlos Barbosa Gonçalves e sua família. Ainda em vida, sua esposa, dona Carolina Barbosa Gonçalves, deixou expressa a vontade de que seus bens fossem doados a uma fundação, já que seus únicos netos ainda eram solteiros. Com isso, suas filhas moravam na residência depois da morte de seus pais, porém mantiveram os bens da família conservados, e em seus últimos anos de vida moravam apenas na ala oeste da casa. Sendo a única filha ainda viva, Dona Eudóxia acabou cumprindo a vontade de sua mãe, e deixou em seu testamento a criação da Fundação Carlos Barbosa. Com isso, todos os bens foram doados a essa fundação, inclusive a residência do atual museu.

Maiores informações e fonte: Museu Carlos Barbosa