Pompílio Neves de Freitas

Foto: Verso da capa do livro de Maristel Mainardi em homenagem a Pompílio. Fonte: Google Imagens

Pompílio Neves de Freitas nasceu em Jaguarão no dia 3 de agosto de 1952. Estudou Educação Artística na UFPel. Participava do carnaval desde a década de 70 na cidade de Jaguarão. Passou por diversas escolas de samba como a Vila Isabel no Rio de Janeiro, e as pelotenses General Telles, Estação Primeira do Areal, Academia do Samba e Unidos do Fragata. Dos sete anos como figurinista da escola de samba fragatense, conquistou seis campeonatos, sendo cinco deles consecutivos, o que deu a entidade o título inédito de pentacampeã, além de um vice-campeonato. Criava fantasias não só para seus clientes, como também para si mesmo, já que ele concorreu e foi premiado várias vezes em concursos estaduais e nacionais.

Também era conhecido pelos seus lindos vestidos de debutantes, de prendas e de gala, que encantavam e abrilhantavam os eventos do estado. Faleceu no dia 26 de fevereiro de 2003, aos 50 anos. Sua morte aconteceu às vésperas do Carnaval, onde ele estava envolvido completamente com os desfiles de rua e os concursos de fantasias nos salões, já que preparava a escola Unidos do Fragata para mais um desfile.

Em forma de homenagem a esse ilustre jaguarense, a Casa de Cultura de Jaguarão recebeu seu nome, tornando-se assim “Casa de Cultura Pompílio Neves de Freitas“.

Imagem: Pompílio Neves de Freitas e uma de suas criações.

A escritora Maristel Pereira Mainardi escreveu uma obra em sua homenagem: “O Luxo e o Brilho do Estilista Pompílio – dos Salões Sociais à Passarela do Samba”, onde conta toda a história desse famoso estilista.

Em 2013, a Escola de Samba Unidos do Fragata o homenageou, com o tema: “A Fragata segue seu caminho e Lembra o Mestre com Carinho”.