Por que visitar Jaguarão?

Foto: Fachada de uma residência do centro da cidade. – Visite Jaguarão

Jaguarão é um prato cheio para quem adora história, arquitetura e patrimônio. Em cada canto de nosso município é possível observar detalhes fascinantes, que muitas vezes passam despercebidos até mesmo para os jaguarenses.

Vamos te dizer a seguir alguns atrativos e motivos para visitar nossa cidade, que tem aproximadamente 30 mil habitantes mas é cheia de pontos turísticos e prédios legais.

 

Na entrada da cidade, na Avenida 27 de Janeiro você já se depara com um “Monumento ao Gaúcho”, estátua de 1996 confeccionada pelo grande artista jaguarense Ulisses Prior. Além disso, a Avenida 27 de Janeiro já possui um nome que remete a um fato histórico para nossa cidade, já que nesse dia as tropas comandadas por Manoel Pereira Vargas resistiram por 48 horas a uma tentativa de invasão de tropas uruguaias com aproximadamente 1,5 mil homens com vantagem bélica. Tal fato rendeu ao município o título de “Cidade Heroica”, e ao Brasil, a demarcação da margem esquerda do Rio Jaguarão.

Foto: Cine Regente – Visite Jaguarão.

 

Seguindo pela Avenida 27 de Janeiro, podemos ver o Cine Regente, que atualmente abriga a Rodoviária de Jaguarão. O Cine Regente foi construído em 1957, e mantém sua arquitetura original até hoje. Por muitas décadas foi o ponto de encontro da comunidade, trazendo os mais diversos filmes que estavam em cartaz.

 

 

Foto: Praça do Regente. – Visite Jaguarão.

Na frente do Cine, é possível ver a linda Praça Comendador Azevedo, que é popularmente chamada de “Praça do Regente”. Ela foi construída com o intuito de ser a “praça de inverno”, já que possui poucas árvores e é ensolarada a maior parte do dia.

 

 

 

Foto: Teatro Esperança. – Visite Jaguarão

 

Seguindo pela 27, tu vai te deparar com o Teatro Politheama Esperança, prédio maravilhoso construído entre 1887 e 1897. Foi restaurado há pouco tempo e é considerado o terceiro mais antigo do estado, e além disso, é reconhecido nacionalmente por sua ótima acústica.

 

 

Largo das Bandeiras e Igreja Matriz do Divino Espírito Santo. – Visite Jaguarão

 

Logo em seguida, tem a praça Doutor Alcides Marques, que é a mais antiga da cidade e possui diversos bustos de pessoas importantes na história do município. Você também verá  os Clubes Harmonia e Jaguarense, que possuem prédios lindíssimos, e o Largo das Bandeiras, que é o ponto de encontro nos domingos jaguarenses para tomar aquele chimarrão.

 

Em frente ao largo, fica a Igreja Matriz do Divino Espírito Santo, que foi construída de 1847 a 1875. Mantém seu aspecto original e atualmente está sendo restaurada.

 

Foto: Casa de Cultura Pompílio Neves de Freitas. – Visite Jaguarão

No entorno da praça você avistará um prédio verde, com arquitetura diferenciada. Ali é o prédio que abrigou o Fórum e a Antiga Casa de Cultura Pompílio Neves de Freitas. Atualmente encontra-se fechado, mas vale a pena dar uma passadinha e admirar sua fachada. Próximo a Casa de Cultura, na esquina, existe uma casa muito linda, que também possui sua fachada original. Essa casa abrigou por vários anos o Posto de Saúde.

 

 

 

Foto: Loja Maçonica. – Visite Jaguarão

Da esquina tu também vai enxergar um prédio de três andares amarelo, que também possui sua fachada original, e infelizmente encontra-se fechado pois está condenado. Esse prédio abriga o Colégio Estadual Carlos Alberto Ribas, e por ali também já foi o IPA em Jaguarão. Legal né?

Desse ponto também é possível ver a Loja Maçônica Luz Transatlântica, que possui uma fachada linda e foi construída em 1864. Tem uma reportagem no Youtube que tu pode ver clicando aqui, que fala bastante sobre essa loja e sua história. Vale a pena conferir.

 

 

Foto: Igreja Imaculada Conceição. – Visite Jaguarão

 

Seguindo nessa rua, você avistará uma linda igreja alta e azul. A “Igreja Azul”, ou melhor dizendo, a Igreja Imaculada Conceição, é outra igreja católica custeada por Minervina Corrêa. Ela possui uma história muito interessante, que posteriormente será publicada aqui no nosso site. Atualmente só está funcionando o salão paroquial da mesma, devido a problemas em sua estrutura. Esperamos que ela seja restaurada o quanto antes, pois possui um apelo histórico gigantesco, além de ser linda por dentro e por fora.

 

Já pela rua XV de Novembro, você verá casas lindas, várias fachadas com arquitetura histórica e portas de madeira talhadas a mão, o que concedeu a essa rua o título de “Rua das Portas”.

 

Na XV tu vai ver também o Museu Carlos Barbosa, que foi a residência de Carlos Barbosa Gonçalves. Não vou te conter em detalhes se não perde a graça, mas o museu mantém vários móveis e objetos originais, várias histórias e é um belo passeio. Aconselhamos a visita, é sensacional!!!

 

 

Seguindo a XV em direção ao Rio, tu vai ver o Casarão do Barão Tavares Leite, que é outro prédio que atualmente está interditado devido a sua estrutura, mas que possui muita história, como por exemplo, um elevador de madeira que funcionava através da força braçal dos criados.

Foto: Beira do Rio Jaguarão. – Visite Jaguarão

 

Subindo em direção a 27 tu vai avistar o Mercado Público Municipal, que está sendo restaurado, a Biblioteca Municipal, as figueiras do Mercado e o Rio Jaguarão. A beira do Rio Jaguarão é linda, tu pode avistar a Ponte Internacional Mauá, que dispensa apresentações.

 

 

Foto: Instituto Histórico e Geográfico de Jaguarão. – Visite Jaguarão

 

Obviamente esquecemos de mencionar vários locais, como o Instituto Histórico Geográfico, o “Lar das Velhinhas Felisbina Leivas”, a Estação Férrea, a Enfermaria, os CTG’s, o Sindicato Rural, a “Santinha dos Pobres”, o Iate Clube, o Cerro da Pólvora, O Clube 24 de Agosto, a Santa Casa de Caridade, as Charqueadas… Sim, como foi dito no início, Jaguarão é um PRATO CHEIO, para quem curte história e patrimônio, e além disso, depois de todo esse passeio cultural você pode dar uma passadinha nos Free Shops e fazer umas comprinhas, mas aconselho vir com tempo pois se tu resolver passear por Rio Branco, tu vai ver

Foto: Placa na saída da Lagoa Mirim (Uruguai). – Visite Jaguarão

mais prédios e locais lindos, sem esquecer da Lagoa Mirim, que nós jaguarenses, particularmente AMAMOS.